Taste São Paulo Festival – maior festival gastronômico do mundo reuniu mais de 40 mil pessoas.

O evento bateu recorde de público de todas as edições realizadas no Brasil e movimentou o setor de eventos, gerando mais de 15 mil empregos.



A 6ª edição local do Taste São Paulo Festival, maior festival gastronômico do mundo, que ocorreu de 12 a 14 e 19 a 21 deste mês, no Clube Hípico de Santo Amaro, reuniu mais de 40 mil pessoas que vivenciaram experiências gastronômicas e culturais em uma imersão entre sabores, aromas e delícias gastronômicas.

O evento teve 4 sessões esgotadas.

Os apaixonados por comida e pela cultura gastronômica puderam apreciar mais de 100 pratos, entre entradas, principais e sobremesas, criados por chefs dos principais restaurantes da cidade, em variados estilos e propostas, tudo acompanhado pelos melhores drinques feitos por bartenders.

Foram servidos cerca de 115 mil pratos e consumidos 75 mil unidades de bebidas.

Só o NB serviu 5 mil steaks; foram consumidas 2 mil unidades de ravioli do Fasano; 2 mil porções de dadinho de tapioca do Mocotó; 2 mil unidades de tostadas de polvo do Barú; 1.900 bolinhos de carne do Vista; 1.800 pizzas margheritas da Maremonti; 1.600 rāmens do Aizomê; 1.500 sanduíches de leitão do Le Jazz; 800 alheiras da Tasca da Esquina; 600 hommus iskender do Make Hommus; 600 pastrami ribs do Z Deli; 600 sandubas de porco da Casa Rios; 500 coxinhas de mainha da Baianeira; 200 smorrebrods do Projeto A.Mar; 750 camarões na moranguinha do Organicamente Rango, entre outras delícias.

E as sobremesas e drinques também fizeram sucesso, foram consumidas mil unidades de bolos de chocolate da Tássia Magalhães, 500 limões sicilianos do Tangará; 400 bolos origem de Carole Crema; 400 irresistíveis de Diego Lozano; 2.400 ‘canecas’ de moco mule, do Bar Mocotó, 900 cajus amigos do Bar do Jiquitaia.


Além de se deliciar, o público ‘colocou a mão na massa’ e participou de cerca de 370 aulas práticas com os chefs mais badalados; sommeliers; masterclasses e aprendeu a preparar pratos especiais, dicas de temperos; preparo de drinques elaborados, harmonização de bebidas com pratos, entradas, sobremesas, levando essa experiência para o seu dia a dia.


Esta edição ampliou as áreas de conhecimentos, permitindo a realização e ampliação de aulas e experiências interativas.

Foram mais de mil oficinas gratuitas para as crianças que prepararam confeitos em biscoitos, pizzas, participaram de aulas junto com os pais, de brincadeiras e ganharam muitos brindes.

O Empório Taste trouxe 66 expositores; produtos premium, novidades do mercado de alimentos, utensílios e muitas delícias, o público pode levar para casa estes produtos diferenciados, além de degustar as delícias.

Com direção de Gustavo Oliveira, diretor de negócios da IMM empresa organizadora do festival – e curadoria do consultor gastronômico Luiz Américo Camargo, que estão à frente do Taste Festivals no Brasil desde 2016, a edição reuniu um time de renomados restaurantes e bares de São Paulo como Fasano, Aizomê, Barú Marisqueria, Chez Claude, Ema, Jiquitaia, Komah, Le Jazz, Maremonti, Mocotó, NB Steak, Nelita, Notiê + Abaru, Vista, Bar do Mocotó, Bar do Jiquitaia, entre outros totalizando 27 estabelecimentos.

Gustavo já anuncia novidades para a edição de 2023: "Vamos ampliar ainda mais o Taste São Paulo Festival no ano que vem, em termos de estrutura, atrações e novas experiências - vamos oferecer mais entretenimento e atividades inéditas", adianta ele.

O festival contou com a participação e aulas de chefs de destaque na gastronomia paulistana e nacional como Bela Gil, Carole Crema, Rodrigo Oliveira, do Mocotó, Luca Gozzani, do Fasano, Gilson Belusso, do NB Stek, Tássia Magalhães, do Nelita, Giovanna Grossi, do Animus, Tia Nice, do Organicamente Rango, Edson Leite, da Gastronomia Periférica, Cadu Moura, do GNT.


Um dos destaques foi a gastronomia social, com participação do projeto A.Mar que surgiu com uma ideia: ajudar os pescadores do Bonete, na Ilhabela, litoral norte de São Paulo, a aproveitar melhor o produto de seu trabalho.

Muitas não tinham acesso à energia elétrica, a pesca, sempre artesanal, precisava ser sem desperdícios, honrando a sazonalidade.

Surgiram então os primeiros movimentos do projeto social voltado a capacitar os pescadores a utilizarem técnicas de conservação (especialmente as mais ancestrais) e a promover o aproveitamento total de peixes e moluscos.

Operando desde 2017, sob a liderança do executivo Rodolfo Villar, o A.Mar hoje produz e vende conservas e outros itens de alta qualidade gastronômica, entre embutidos feitas com frutos do mar, bottarga, sott’olio (conservas em azeite) e muito mais.

No Taste, o projeto participou com seu restaurante no primeiro final de semana e serviu pratos para consumir na hora como o ‘dog fish’; ou a tostada de mexilhões; o espaguete com bottarga), foi um sucesso.

O Organicamente Rango marcou presença nos dias 19, 20 e 21 de agosto:

Um dos projetos mais criativos e empolgantes de São Paulo, que faz parte das iniciativas da Agência Solano Trindade – devotada a promover negócios sociais e fomentar a economia solidária no Campo Limpo.


Comandado pelo empreendedor Thiago Vinícius e por sua mãe, a chef Tia Nice, o projeto e restaurante serve refeições na região, usando essencialmente a produção orgânica de agricultores locais.


Criando receitas simples e saborosas, que são pagas por quem pode, ou entregues gratuitamente para quem não pode, o restaurante também ajuda a capacitar os moradores do bairro a trabalhar com alimentos.

Não por acaso, Thiago recebeu recentemente na Espanha um dos prêmios do 50 Next braço do 50 Best Restaurants, só que dedicado a reconhecer iniciativas de impacto social dentro da gastronomia.

O Organicamente Rango também participou com seu restaurante e serviu delícias como o Bobó de cogumelos (inhame e shimeji com pimenta biquinho), entre outras delícias.


Uma das novidades do Taste foi a participação do Camélia Òdòdó – restaurante da chef Bela Gil, aberto no ano passado, que não atrai apenas os fãs de Bela, também apresentadora de TV.


Acima de tudo, a casa se tornou um endereço certeiro para os apreciadores da cozinha vegana, feita rigorosamente com produtos orgânicos, de agricultura familiar.

Sucesso na Vila Madalena, o Camélia destaca releituras veganas de clássicos, como a coxinha e a feijoada, mas também apresenta receitas aromáticas e saborosas, que unem as experiências internacionais da chef com os ingredientes brasileiros.


O Taste Festivals acontece em 13 cidades pelo mundo, como Paris, Dubai, Milão, Atenas, Amsterdã, Dublin, Cape Town, Melbourne, Sydney, São Paulo, e estreou com sucesso a edição em Brasília no final de maio e junho, com 15 mil visitantes.


A realização do festival torna-se possível com empenho máximo de toda a equipe e patrocinadores que desde o início priorizam a saúde pública e a vontade de trazer um evento que une qualidade, diversão e responsabilidade. Os patrocinadores da 6ª edição do Taste São Paulo Festival são Getnet, All Accor, Tanqueray, Johnnie Walker, Baden Baden, Copa Energia, Nespresso, Electrolux, FIAT e Sebrae. O evento tem apoio de Grand Cru, Coca-Cola – Zero Açúcar, Sadia Speciale, Get In, PremieRpet®, Mitre Experience, Zero-Cal, Barilla, Escola bilíngue Pueri Domus, Daki, Casa Riachuelo, Faixa Azul, Andorinha, Tork, Tabasco, Physalis, Águas Prata, Prática e Thermomix. A apresentação é do Santander Brasil e a realização é da IMM.

Taste São Paulo Festival – um espaço sustentável, com acessibilidade, diversidade e inclusão

O Taste promoveu a inclusão nas áreas de conhecimento e parcerias com os projetos:

*Projeto Downlícia – O chef Gabriel Bernardes, jovem cozinheiro com Síndrome de Down, deu aula de variações de brigadeiro no Papo de Cozinha no último sábado.

*Casa Diversa – Restaurante e Escola, coletivo cuja missão é capacitar pessoas LGBTQIAP+ egressas do sistema prisional e seus familiares. O projeto visa a inserção profissional no universo da gastronomia e hospitalidade, tanto na cozinha como no salão e na gestão. No Taste, os organizadores da Diversa resgataram sabores pelo método do mapa afetivo.

*Parceria com o Projeto Gastronomia Periférica, o Taste permite que estudantes de gastronomia atuem em várias áreas do evento, e tenham contato com profissionais da área, experimentando os desafios e ritmo de uma cozinha de grandes exigências técnicas. Muitos alunos conseguem visibilidade partir da rede de contatos proporcionada pelo festival.

O chef Edson Leite, fundador da Gastronomia Periférica (parceira do Taste desde 2018), levou para suas duas aulas agricultores orgânicos de Parelheiros.

*Participação da Ong Migraflix, que atende imigrantes e refugiados de vários países, entre eles, muitos profissionais de cozinha: no Papo de Cozinha, aconteceram quatro aulas de cozinheiras angolanas e venezuelanas. A Migraflix é parceira do evento desde 2019.

*A visita dos estudantes da Unidiversidade, projeto com sede em Guarulhos, que ensina a cozinha como alternativa profissional a jovens carentes. Estiveram no Taste seu coordenador e 14 adolescentes, com ingressos e um cartão carregado, para que pudessem provar os pratos. Ficaram muito emocionados e fizeram muitos contatos.

*Acessibilidade

O Taste forneceu Cardápio em braile para todos os restaurantes e bares e equipe de atendimento de libras.

Infraestrutura acessível com rampas, vagas de estacionamento, banheiros adaptados e sinalização adequada. Equipe diversa e capacitada para atender ao público e todas as suas necessidades

*Diversidade

Valorização da equidade de gênero com oportunidades iguais de crescimento profissional e equiparação de cargos e salários. O festival enfatizou a atuação das mulheres na gastronomia de modo consciente e afirmativo. Destaque para as Chefs Lucia Sequerra e Ligia Karazawa que comandam os bastidores das áreas de conhecimento, tanto no Papo de Cozinha como no Fire Pit.

Mais da metade dos expositores são mulheres, participação de uma equipe diversa que contribui diretamente com as decisões de ambientes e acessos inclusivos propostos.

*Sustentabilidade

O Taste realiza seus eventos em espaços naturais fazendo uso consciente e sustentável da paisagem em que se insere, através da gestão de resíduos, uso consciente da iluminação em horários noturnos, preservação da biodiversidade local. Utiliza instalações pré-existentes e incorpora um alto nível de gestão ambiental ao espaço utilizado, deixando o mesmo na mesma condição ou superior ao encontrado antes do evento.

Faz uso de embalagens e talheres biodegradáveis e fornece aos restaurantes participantes do evento, além de orientar os patrocinadores quanto à correta utilização. Realiza gestão de resíduos gerados, auxilia os estabelecimentos quanto ao correto descarte de óleo, reciclagem e reaproveitamento. Reutilização do material cenográfico descartado na desmontagem.

Incentivo a práticas sustentáveis, junto ao público, como a utilização de transporte público, entre outras ações.

Geração de renda

O Taste apoia parcerias com empreendedores, possibilitando oportunidades de inclusão na geração de negócios durante o evento (expositores). A 6ª edição gerou mais de 15 mil empregos.

Sobre o Santander e a Gastronomia:


Esta iniciativa faz parte da estratégia de patrocínios do Banco, que tem como objetivo associar a marca Santander a renomados eventos de gastronomia e, principalmente, gerar negócios em toda a cadeia, desde o produtor rural até os restaurantes e bares.


Além disso, o Santander reforça seu apoio às inovações empreendedoras e culturais, uma vez que, a gastronomia está entre as grandes formas de expressão de um País.

No Farol Santander São Paulo, centro de empreendedorismo, cultura e lazer, a gastronomia também ganhou força como um dos principais eixos de atuação.


No subsolo do edifício, onde o cofre do Banco do Estado de São Paulo operava, está instalado o Bar do Cofre SubAstor.

Já no 28º andar, foi inaugurado em outubro de 2021 o Boteco do 28 por Bar da Cidade, com um menu que faz referência à culinária da antiga Paulistânia.


Os Cafés do Hall e Mirante do 26º completam o roteiro gastronômico do Farol Santander, que lançou também neste ano a Cozinha do 31, em parceria com a escola Accademia Gastronomica, mas cursos e aulas voltados aos amantes da gastronomia.

Sobre a IMM:


Há cerca de nove anos no mercado, a IMM é uma empresa brasileira controlada pela companhia de investimento e desenvolvimento de Abu Dhabi, Mubadala Development Company, e possui uma parceria estratégica com a empresa americana WME | IMG, que atua nas áreas de Mídia, Esporte e Entretenimento.


A IMM é referência em entretenimento ao vivo, para público e marcas, e seu portfólio é o maior diferencial.

Responsável por eventos como Rio Open, o maior torneio de tênis da América do Sul aos musicais da Broadway, passando pelo Cirque du Soleil, pelo melhor festival de restaurantes do mundo, o Taste Festivals, pelo GO CUP, o maior torneio de futebol infantil do mundo e pelos super consagrados SPFW e São Paulo Oktoberfest.


No início de 2020, mantendo o compromisso com a inovação e crescimento constantes, iniciou um novo capítulo de sua história, com o braço criativo: a IMM Creative Marketing.






1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo