top of page

São Paulo Coffee Festival Traz Para O Público Novas Experiências Sensoriais, Gastronômicas e Culturais

Atualizado: 13 de jun.

Terceira edição do evento acontece na Bienal do Parque Ibirapuera, nos dias 21, 22 e 23 de junho, com diversas ativações e marcas expositoras.



Pelo terceiro ano consecutivo, o São Paulo Coffee Festival acontece na Bienal de São Paulo nos dias 21, 22 e 23 de junho, celebrando a comunidade e a cultura do café na maior cidade da América Latina.


O evento, que nasceu em Londres há mais de 10 anos e atrai grande público em cidades como Amsterdã, Cidade do Cabo, Londres, Los Angeles, Milão e Nova York, é realizado na capital paulista pela Espresso&CO em parceria com a Allegra Events. 


Este ano, serão 130 marcas expositoras, e o público deve ultrapassar os 15 mil visitantes, apresentando um crescimento de 20% em relação às edições anteriores.


Voltado principalmente para o consumidor final e protagonizado pelos cafés especiais, o SPCF é repleto de experiências sensoriais cafeinadas, culturais e gastronômicas, como degustações de diversas cafeterias e micro-torrefações, atividades interativas, workshops, boa comida e atrações musicais.


É imperdível para todos os coffee lovers, dos iniciantes aos experts, mas também para os apaixonados por gastronomia e cultura.


A edição de 2024 ocupará todo o piso térreo e o primeiro andar da Bienal com diversos estandes e ativações, entre elas, A Cozinha.


Com patrocínio de 3 Corações e A Tal da Castanha, e apoio do Senac, é aqui que convidados especiais produzem conteúdos gastronômicos para destacar a riqueza cultural da cidade com comidas que orbitam o universo do café. Entre os convidados estão Pedro Frade, chef pâtissier da Confeitaria Caramelo, Wanderson Medeiros, chef do restaurante Canto do Picuí, Fernanda Valdívia, da padaria Deli Garage, e Fábio Vieira, chef executivo do Santo Grão.


Já em A Torrefação, espaço apresentado por Orfeu com apoio Carmomaq, torre seu próprio café para levar para casa e aprender, de forma rápida e lúdica, sobre a produção da amada bebida.


Não deixe também de passar no Latte Art Ao Vivo, patrocinado pela Nude, máquina oficial Storm e apoio Café Store, onde baristas apresentam os melhores Latte Art, incluindo receitas de drinques clássicos e vaporização.


Aqui também é possível participar de workshops e sentir na prática a magia do encontro do café com o leite, combinação amada pelos brasileiros.


Se o objetivo é conversar com importantes nomes do universo do café, O Laboratório é imperdível. Nesse espaço, acontecem discussões interativas e oficinas com profissionais e especialistas que apresentarão ao público temas, como a rotina de uma cafeteria, a história do café e métodos de preparo.


Outro destaque é a Sensory Experience, recheada de experiências sensoriais envolvendo os sabores do café e suas harmonizações. São duas salas, com capacidade para 15 pessoas cada, com programações para testar ao máximo seus sentidos.

 

O evento apresenta ainda a famosa Copa Barista, campeonato que este ano tem patrocínio da Melitta, e apoio Nude, Café Store e Bunn, e premiará em dinheiro os melhores competidores na preparação de espressos, cappuccinos e filtrados. 


Para quem busca aprendizado e conhecimento, aproveite as Masterclasses do Senac.


As aulas acontecem nos três dias de evento e se dividem em dois temas: “Café sem medo: a arte de preparar o seu café na V60” e “Coquetéis com Café: a versatilidade da bebida mais amada do mundo”. Para participar, é necessário adquirir ingresso específico da atividade, no valor de R$ 50.


Não seria um festival sem música ao vivo de qualidade para garantir que todos sintam as boas vibrações enquanto apreciam um café. Este ano, o Café & Música, apresentado por Hershey's com apoio SumUp, fica localizado no mezanino da Bienal com um line-up exclusivo que performa no live Music Stage.


Ao anoitecer, o DJ se torna a atração musical. 


Também não poderia faltar boa comida. Para isso, Food Stations reúne restaurantes selecionados que são referência na capital paulista e estão totalmente conectados com a identidade do evento.


Será possível degustar a gastronomia do Canto do Picuí, Fôrno, Komah, La Peruana, Pita Kebab, Shihoma Deli e T.T. Burger.


No Food Stations, os pagamentos são feitos nos totens de autoatendimento Kiosk da SumUp, que é a maquininha oficial do SPCF.


Para uma experiência ainda mais completa, o São Paulo Coffee Festival e a Cervejaria Tarantino criaram uma cerveja especial para o evento.


Os visitantes poderão conhecer a bebida exclusiva no Beer Bar. Batizada de Tarantino Coffee Lager (5,1%), é no estilo Vienna Lager com infusão de café à frio direto no tanque. 


"O festival, além de celebrar a paixão pelo café, desempenha um papel crucial no desenvolvimento do consumo no mercado interno. O São Paulo Coffee Festival oferece uma plataforma única que promove experiências imersivas, inovação e troca de conhecimentos entre profissionais, entusiastas e consumidores. Este ambiente interativo e educativo não apenas valoriza a cadeia produtiva do café, mas também estimula o crescimento sustentável e a criatividade no mercado.", finaliza Caio Alonso, diretor da Espresso&CO, realizadora do São Paulo Coffee Festival.


Os ingressos, disponíveis na plataforma Ticket360, se dividem nas categorias diário (sexta-feira R$ 60, sábado R$ 80 e domingo R$ 80), passaporte três dias (R$160) e VIP diário (R$ 170). Todos os tipos de ingressos, com exceção do VIP, estão disponíveis na modalidade meia-entrada. Os preços estão sujeitos a aumento com a proximidade do evento.


O São Paulo Coffee Festival, realização Allegra Events e Espresso&CO, tem patrocínio master de 3 Corações, Melitta e Café Orfeu, e apoio de ABIC - Associação Brasileira da Indústria do Café, A Tal da Castanha, Café Store, Nescafé, Nespresso, Philips Walita, SENAC, SumUP e Prefeitura da cidade de São Paulo por meio da Secretaria Municipal de Turismo.


Sobre o São Paulo Coffee Festival:


O São Paulo Coffee Festival, evento organizado pela Espresso&CO em parceria com Allegra Eventos, celebra a comunidade e a cultura do café na maior cidade da América Latina.


Nascido em Londres e com mais de dez anos de existência, o festival marca presença em diversas cidades ao redor do mundo, como Amsterdã, Milão, Nova Iorque e Paris.


Nos dias 21, 22 e 23 de junho de 2024, acontece a terceira edição em São Paulo, na Bienal, localizada no Parque Ibirapuera.


Voltado para o consumidor final, é repleto de experiências sensoriais cafeinadas, culturais e gastronômicas.


No evento, é possível aproveitar degustações das principais cafeterias e micro-torrefações, atividades interativas, workshops, boa comida e atrações musicais.


É imperdível para todos os amantes da bebida: de iniciantes a coffee lovers!




Data: 21, 22 e 23 de junho de 2024


Horários: Sexta-feira 21 de junho: das 14h às 21h


Sábado 22 de junho: das 10h às 18h


Domingo 23 de junho: das 10h às 18h


Local: Fundação Bienal de São Paulo (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - Vila Mariana,

São Paulo – SP)



- Um dia: Sexta-feira - R$60 (inteira) / R$30 (meia)


  Sábado - R$80 (inteira) / R$40 (meia)


   Domingo - R$80 (inteira) / R$40 (meia)


- Três dias (combo): R$160 (inteira) / R$80 (meia)


- VIP Diário: R$170 (além do acesso ao evento, inclui entrada exclusiva, kit com ecobag e


direto à área VIP, localizada no mezanino)


Os preços dos ingressos estão sujeitos a aumento com a proximidade do evento.


Ingresso Masterclasses Senac


-Valor: R$ 50


-Compra via Ticket360 (página disponível em breve)


-Obs: Para participar das aulas “Coquetéis com Café: a versatilidade da bebida mais amada


do mundo” é necessário ser maior de 18 anos



Dia Nacional do Café: Entenda a data, celebrada em 24 de Maio


O Dia Nacional do Café, celebrado em 24 de maio, é uma data especial dedicada a homenagear uma das bebidas mais apreciadas e essenciais da cultura brasileira. 


Esta data foi escolhida estrategicamente para marcar o início da colheita de café em diversas regiões do Brasil, simbolizando a importância histórica e econômica da cafeicultura para o país. 


Mais do que uma simples bebida, o café é uma parte vital da rotina diária e um símbolo de hospitalidade no Brasil. 


Seja para começar o dia, acompanhar uma conversa ou finalizar uma refeição, o café ocupa um lugar especial na vida dos brasileiros. 


Este artigo explora a rica história, a diversidade e o impacto do café no Brasil, celebrando essa data com a devida importância.


Origem da Comemoração


O Dia Nacional do Café foi instituído em 2005 pela Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) para celebrar a importância desta bebida na cultura e na economia do Brasil. 


A escolha do dia 24 de maio está alinhada com o período de colheita nas principais regiões produtoras, destacando a conexão entre a celebração e o ciclo de produção do café.


História do Café no Brasil


O café chegou ao Brasil no século XVIII, trazido da Guiana Francesa, e desde então, tornou-se uma das maiores histórias de sucesso agrícola do país. 


A rápida expansão do cultivo, especialmente no estado de São Paulo, transformou o Brasil no maior produtor e exportador mundial de café. 


O cultivo de café não apenas moldou a economia, mas também influenciou a paisagem e a sociedade brasileira, com a criação de fazendas e ferrovias para suportar o crescente comércio.


Impacto Econômico e Social


A cafeicultura é um pilar da economia brasileira, empregando milhões de pessoas em todas as etapas da cadeia produtiva.


Além de ser um dos principais produtos de exportação, o café contribui significativamente para a renda de pequenos agricultores e para o desenvolvimento de comunidades rurais.


O setor também tem se voltado cada vez mais para práticas sustentáveis, visando a preservação ambiental e a melhoria das condições de trabalho.


Variedades e Preparação


O Brasil é lar de diversas variedades de café, incluindo Bourbon, Catuaí e Mundo Novo, cada uma com características distintas de aroma, acidez e corpo. 


Os métodos de preparação também são variados: desde o tradicional café coado até o espresso, passando pelo café filtrado e pela prensa francesa. 


Cada região do país possui uma preferência distinta, refletindo a rica diversidade cultural e regional.


Tradições e Cultura


No Brasil, o café vai além de uma simples bebida; é uma tradição cultural.


É comum oferecer um café fresco para visitantes como um gesto de boas-vindas. 


Em diferentes regiões, o café é consumido de maneiras variadas, refletindo a diversidade cultural do país. 


Desde o "cafezinho" rápido até a rica experiência do café da tarde acompanhado de pão de queijo, o café é um elo que une gerações e culturas.


O Futuro do Café


A indústria do café no Brasil enfrenta desafios significativos, como as mudanças climáticas e a necessidade de práticas agrícolas mais sustentáveis. 


No entanto, também há muitas oportunidades para inovação. Investimentos em tecnologia, cultivo de variedades resistentes e práticas de cultivo regenerativo são algumas das iniciativas que estão moldando o futuro do café. 


A certificação de cafés especiais e orgânicos também está ganhando destaque, atendendo a um mercado global cada vez mais exigente.


Celebrando o Dia Nacional do Café


O Dia Nacional do Café é marcado por diversos eventos em todo o país, como feiras, degustações e workshops. 


Cafeterias e restaurantes oferecem promoções especiais e lançam novas receitas para celebrar a data. 


Além disso, o dia é uma excelente oportunidade para experimentar novas receitas de café em casa, como o clássico café gelado, cappuccino caseiro ou sobremesas à base de café, como tiramisu e brigadeiro de café.


Conclusão


O café é mais do que uma simples bebida no Brasil; é uma paixão que atravessa gerações, unindo pessoas e influenciando a cultura e a economia do país. 


Celebrar o Dia Nacional do Café é reconhecer a importância desta bebida icônica e homenagear todos aqueles que trabalham para levar o café brasileiro às xícaras ao redor do mundo.


O café é, sem dúvida, uma parte fundamental da identidade brasileira.






10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page