O REFINAMENTO E A SIMPLICIDADE DO CORA

Restaurante serve o que há de mais promissor na gastronomia, junto à uma paisagem cosmopolita e antiga.



De constraste com sua localização e seu ambiente, com sua comida servida, o restaurante Cora, que fica á margens do minhocão, no centro de São Paulo, serve uma cozinha altamente autoral, num ambiente boutique, junto a uma paisagem histórica, com prédios antigos do centro.


Muito conhecido pelo seus drinks, o restaurante abriu suas portas em agosto de 2021, por Pablo Inca, no sexto andar de um antigo prédio comercial do centro.


A ideia do cardápio é a comida compartilhada, chamada "tapas", espanholas, que são petiscos ou pratos para se comer a dois.


Depois de um bom tempo, sabendo pelo nome e pela fama por parte dos amantes da gastronomia atual, resolvi ir para experimentar para conferir se o restaurante era tudo aquilo que falavam dele.


E não estava tão diferente do que se diziam acerca do estabelecimento.



No último dia 26 de abril, reservei minha mesa no site Get In, sendo muito simples e fácil de efetuar.


Chegando na frente do prédio, o acesso para o restaurante se da por escada ou elevador.


Saindo do elevador, da de frente para a cozinha, aberta no meio do corredor.



Fui direcionado pela equipe de garçons para a varanda, na parte aberta, comprida com persiana solar.


Há também o outro salão do outro lado do corredor, que funciona a noite e fechado.





A vista é totalmente cosmopolita, com visão para o Copan e o minhocão.



Me sentei em uma mesa a frente do balcão e logo solicitei o cardápio.


Cardápio pequeno, com 15 opções de prato principal, servidos como entradas e três opções de sobremesa, um erro grande para um restaurante com tamanha fama crescente.


Para começar, pedi a especialidade de casa, os drinks sendo um Cora GT (30,00).


De começo estava bom, porém da metade para o final do copo, não dava para beber, com gosto de epocler.


Uma decepção, apesar do copo chamativo.



Indo para as tapas, vulgo entrada, pedi o Escabeche de Mexilhões com fava branca (39,00).


Entrada boa, mexilhões no ponto certo, porém havia muito gosto de azeite, o que se predominou no prato, atrapalhado os outros sabores.



Literalmente uma sopa de azeite.


Entre uma refeição e outra, um erro grotesco do garçom, deixando o garfo usado banhado no óleo no suporte para talheres, para trazer outro prato.


Como prato principal, optei pelo Peixe Assado, acompanhado de molho de tomate verde e chips de batata doce (75,00).


Peixe no ponto certo, fácil de cortar e o molho com sabor que remete ao guacamole.



Prato de leve mistura de culinária contemporanea com latina. Parece ser a nov tendencia da gastronomia.


De sobremesa, pedi a segunda opção do cardápio, que foi o Sorbet de melão com pepino (23,00) com lâminas de pepino e pedaços de melão em cubos em baixo, servido em uma pequena vasilha azul de salada.



Sorbet muito gostoso e não estava gelado, entretanto desnecessário o tanto de melão picado em baixo.


E para finalizar a refeição do almoço, talvez a melhor parte da visita, foi a hora do café, que apesar de ser forte, foi servido de uma forma pouco comum atualmente, que é o coado na mesa, com ramecã, torrado e muito aromático.




Ao final, o total da conta foi de R$ 207,92.


Preço justo, porém pelo que foi apresentado de qualidade de serviço, poderia ser mais em conta, se for levar algumas falhas em consideração.


Como avaliação final, um bom restaurante, promissor da fusão contemporânea com sul-americana, mas que precisará corrigir algumas falhas, para que o que se falam do estabelecimento valha a pena.



INFORMAÇÕES ADICIONAIS:


HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:


TERÇA Á SEXTA: DAS 12:00 ÁS 15:00 E DAS 19:00 ÁS 23:00


SÁBADO: DAS 12:00 ÁS 16:00 E DAS 19:00 ÁS 23:00


DOMINGO: DAS 12:00 ÁS 17:00


REDES SOCIAIS:


https://www.instagram.com/cora.sp/






























161 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo