top of page

Mercado De Vinhos E Espumantes Projeta Segundo Semestre De Bons Negócios

Vendas devem ser potencializadas pela categoria de espumantes e pela promoção de eventos do setor.


Após atingir índices históricos de consumo durante a pandemia, o mercado nacional de vinhos e espumantes segue empenhado na busca pela manutenção dos bons resultados.

Nos primeiros meses de 2023, o setor apresentou um leve aumento de vendas em comparação com o mesmo período do ano passado - e o espumante segue avançando na preferência dos consumidores.

Com a qualidade do produto nacional cada vez mais comprovada por premiações de todo o mundo, a cadeia vitivinícola se prepara agora para apresentar novidades para o mercado e vislumbra um segundo semestre de bons negócios.


A projeção otimista do setor para os próximos meses é reforçada especialmente pela categoria de espumantes.

Em 2022, mais de 70% das vendas da bebida borbulhante se concentrou no segundo semestre, apontam dados da União Brasileira de Vitivinicultura, a Uvibra.

“É claro que o segundo semestre concentra uma procura maior em função das festividades de final de ano, mas há um aumento de percepção no geral em relação ao espumante nacional. Nós observamos que a bebida vem se consolidando cada vez mais nos lares brasileiros, ao se tornar uma opção mais eclética, democrática. Esse reconhecimento do consumidor, é claro, oportuniza maior volume de vendas”, pontua o presidente da Uvibra, Daniel Panizzi.


Os próximos meses, ainda no primeiro semestre, devem concentrar estratégias especialmente para o comércio de vinhos finos.


O superintendente da Domno Wines e Ponto Nero, Jones Valduga, lembra que o período mais frio do ano - que abrange os meses de junho, julho e agosto - deve movimentar a venda de vinhos tintos.

“O ano começou desafiador, com os dois primeiros meses aquecidos em vendas, e depois vimos uma leve parada no mercado, especialmente no mês de abril. Mas vale ressaltar que a promoção do mercado do vinho, importado ou nacional, vem sempre forte porque desmistificou o produto e ajudou na popularização dele para todas as classes. Então acreditamos em uma constância e até um crescimento contínuo neste ano”, projeta o superintendente.


A análise de Valduga está alinhada também com os dados da Ideal Consulting, que apontam um leve aumento de 2% nas vendas do setor no primeiro bimestre de 2023 em comparação com o mesmo período do ano passado.

A empresa de inteligência de mercado atua no segmento de vinhos e espumantes e avalia que o inverno será importante para o “sell-out” dos vinhos finos, fazendo com que o segundo semestre seja de reabastecimento do mercado.

Eventos do setor também ajudam a potencializar vendas no mercado de vinhos


As boas expectativas do setor para o segundo semestre encontram força também no calendário de eventos.

Realizada de 12 a 14 de setembro de 2023, a Wine South America (WSA) será na Serra Gaúcha, maior região produtora de vinhos e espumantes no Brasil.

A visitação do evento é qualificada e direcionada especialmente a profissionais do segmento que irão conhecer os últimos lançamentos em vinhos e espumantes do Brasil e de mais 11 países.


Em abril, a promoção da feira englobou também a divulgação internacional.


Uma comitiva brasileira viajou para participar da Vinitaly, feira irmã da Wine South America e considerada uma das principais feiras de vinhos do mundo, realizada em Verona, na Itália.

Compradores e produtores do setor viajaram ao país italiano junto da equipe de promoção e divulgação da WSA.


O grupo era formado por 28 grandes players brasileiros que interagiram com vinícolas do mundo todo para prospectar novos rótulos e, claro, se relacionar com representantes de marcas de vinhos e espumantes já consagradas internacionalmente.


Segundo o gerente comercial responsável pela categoria de vinhos do Grupo Pão de Açúcar, Henrique Pedroni Palhares. “Foi uma ótima oportunidade de desenvolver novos negócios na Itália, um dos países mais importantes para nosso grupo. Dentro da perspectiva de novos negócios e da cultura do vinho, será um prazer estar também na Wine South America, em Bento Gonçalves”, destaca.


A Rede de Supermercados Verdemar também prospectou negócios com a presença do gerente de importação Henrique Horta.

“A oportunidade de estar como buyer na Vinitaly foi uma experiência muito bacana. Tivemos agendas de negócios bem produtivas e a liberdade de procurar novos fornecedores que se adequassem ao nosso portfólio. Agora nossa expectativa é pela Wine South America, em setembro, para viver isso tudo novamente, com o mesmo entusiasmo”, projeta.

Sobre a Wine South America


Com data marcada para 12 a 14 de setembro de 2023, a Wine South America é realizada na Serra Gaúcha, maior região produtora de vinhos e espumantes no Brasil.


A cidade de Bento Gonçalves, sede do evento, é conhecida como a capital brasileira da uva e do vinho e contempla a importante denominação de origem (DO) Vale dos Vinhedos.

Recentemente, o município de Pinto Bandeira, que fica a poucos quilômetros de Bento Gonçalves, recebeu a certificação de Denominação de Origem de Espumantes, tornando-se a primeira DO de espumantes do Novo Mundo.


A WSA reunirá em único espaço empresas nacionais e internacionais, e oferece um amplo espaço para a realização de grandes negócios dentro de toda a cadeia vitivinícola. Importadores, distribuidores, atacadistas, varejistas e profissionais do vinho visitam o evento em busca de novidades.

A Wine South America é ideal para estreitar relacionamentos e ver de perto a maior concentração de vinhos da América Latina.







0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page