JANTAR ÍNTIMO E PECULIAR


Inaugurado recentemente, o K.ouzina, do chef Rafael Coraza, apresenta um novo conceito de almoço/jantar com cozinha particular e a possibilidade de vê-lo cozinhar.



Imagine ser convidado para almoçar na casa de alguém e a residência ter apenas a cozinha e o jardim de fundo? pois então, é assim que funciona o restaurante K.ozinha.


O conceito de cozinha intimista ainda é novo no Brasil, sendo o restaurante ainda sendo novidade.


Além de jantares particulares, há também os menus degustação, que contém de 5 a 7 pratos.


Contando um pouco de minha experiência pessoal, que ocorreu na última quarta feira, dia 9 de fevereiro, chegamos por volta de 19:00, com reserva marcada para as 19:30, depois de termos adiado por duas vezes nossa ida.


Me surpreendi, pois achava que teria mais pessoas além da gente.


Primeiros detalhes que percebi foi a decoração, simples, porem muito charmosa, parecendo de fato uma cozinha em um apto/casa de uma pessoa moradora do local.



O balcão é composto por 7 lugares, com o fogão e a dispensa com os materiais e a decoração dos utensílios de cozinha pendurados na grade da coifa.


Primeira coisa que fizemos ao chegar foi cumprimentar o chef, que por sua vez nos deu boas vindas e nos sentamos no balcão.


Logo abrimos o vinho, um rosê francês, safra de 2020, já que o menu escolhido, que são três, no momento da reserva,  continha frutos do mar e carne, o que harmonizaria bem com todos os ingredientes.


De entrada, uma finura, acelga levemente refogada, com queijo gorgonzola brulle e laminas de beterraba, sobre cama de sal grosso.




De prato principal, leitão de porco á pururuca, acompanhado de arroz negro e molho bosque de camarão, que estava bem cremoso e com leve gosto de camarão, a fim de não atrapalhar o sabor da carne e nem do arroz, esse, um pouco a mais do ponto, para segurar o leitão.


Para acompanhar, tempurá de cebolinha.


Tudo feito com maestria e sutileza na nossa frente.


Uma verdadeira aula de gastronomia.



De sobremesa, foi a vez de um creme frutas vermelhas, com textura de pudim, com um pranilé de mel caseiro.


Gosto forte de mel, mas muito saboroso mesmo assim, e o creme com forte gosto de morango, liso e espesso.




O valor da reserva ficou em torno de R$ 510,00, com o adicional de mais de três pessoas, sendo sem o adicional, R$ 420,00.







Como avaliação final da visita, um restaurante diferenciado desse, com a possibilidade de estar a frente do chef e ainda poder ter todo o menu esperando pelo cliente, não pode perder a maestria de ser diferenciado, perdendo o ingrediente principal que é a intimidade para com seus clientes e se tornar marketizado, perdendo qualidade, que é o que importa para qualquer restaurante de todos os ramos gastronômicos.


ENTREVISTA COM O CHEF RAFAEL ALBINO


https://soundcloud.com/oaoedroortotialeffe/entrevista-blog-bom-de-garfo/s-b88LTqRHmx1?si=12559136a7a24b63b4220ff059872c8e&utm_source=clipboard&utm_medium=text&utm_campaign=social_sharing


VÍDEOS DA VISITA:












INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES:


HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:


* (Conforme Reservas)


DE QUARTA Á SABADO: A PARTIR DAS 19:00


REDES SOCIAIS:


INSTAGRAM:


https://www.instagram.com/ko.zinha/






























32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo